ANTAGONISTAS

ANTAGONISTAS

“Antagonistas” desenrolasse num limbo entre a realidade, o sonhos, a imaginação e o abstrato. Entre o céu e o inferno. Mas surge da vida real, de sete casos de estudo.

Uma neuro-psicanalista e sete dos seus pacientes com os seus respetivos danos cerebrais ilustram sete virtudes do ser humano. “Antagonistas” apresenta uma mudança de paradigmas, onde o pensamento, dito normal, pode ser invertido. Onde a doença pode ser boa saúde e a normalidade ser a doença. É o reino do absurdo, da condição humana, uma forma de olhar para o espelho e perceber quem somos e qual o nosso papel perante os outros.

REALIZAÇÃO / ANO

Paulo D’Alva; ANI; Cor; 14′; Portugal; em Desenvolvimento

PRODUÇÃO